quarta-feira, 20 de junho de 2012

O verdadeiro nome de Deus


Por muitos séculos os tradutores e copistas e as próprias religiões tem traduzido o nome do Eterno, e com isto se tem perdido o seu nome original e o verdadeiro significado
O homem tem inventado tantos nomes que se achou essa quantia 72 nomes relacionados ao  Eterno Pai
É bem sabido de todos, que os judeus não queriam, que as pessoas pagãs ficasse pronunciando o nome do Deus israelita, por se tratar de um nome santo. Até porque Deus não queria que o seu santo nome fosse pronunciado em vão. Com isto se tornou costumeiro entre os povos chamar o Deus israelita não pelo seu nome próprio mas por títulos como ; deus, senhor, Jeová,etc.

Mas veja o que a bíblia diz

( Zacarias 14.9) “ e o YHWH será rei sobre toda a terra; naquele dia, um será o YHWH, e um será o seu nome

O TETACRAMA

YHWH de maneira nenhuma significa senhor
Pois senhor é o mesmo que BAAL em hebraico

EX; BAAL = dono, senhor e marido
BAAL BERITE= senhor da aliança
BAAL PEOR = senhor da abertura
BAAL ZEBUR = senhor das moscas
BAAL ZEBUD  = satanás

O novo testamento substitui o tetragrama YHWH, pela palavra Ky’rios, que significa senhor uma pronuncia de um ídolo pagão
Nada tem haver com o nome do Eterno,Substituíram o nome próprio e lhe deram um titulo blas-fêmico





Senhor em hebraico significa, ADON e Ky’rios que são dois ídolos pagãs da onde deriva a palavra grega “ SENHOR
Veja que os tradutores fizeram uma interpolação atrás de oura


O título Jeová

A pronuncia Jeová ou javé não vem do original e não é recomendável, pelo simples fato de ter sido inventada em 1518 pelo padre Jerônimo
Esta expressão é a soma do tetragrama com as vogais de ADONAI de forma que a pronuncia Jeová não tem nada a ver com o tetragrama “ YHWH”

Varias nações tem os seus deuses e cada um deles tem um nome próprio! Você já se perguntou qual é o nome do Deus de Israel ?

E porque mudaram o seu nome trocando por títulos blasfemos ?
“ ( Ezequiel  39;7) “ e farei conhecido o meu santo nome no meio do meu povo de Israel e nunca mais deixarei profanar o meu santo nome; e as nações saberão que Eu  SOU  YHWH,  o santo em Israel


O título Deus

Existe uma relíquia do vaticano uma bíblia antiguíssima em latim a onde encontramos no primeiro versículo a seguinte  expressão

( Genesis 1.1) “ La inceput; dumne-zeu a fãcut cerurile si pamintul”

Agora veja em português :No principio o senhor Zeus criou os céus e a terra “
A expressão “ DOMNE”  em latim que dizer SENHOR, logo DOMNE-ZEU é senhor Zeu!


Primeiro o dicionário mostra que Zeus era escrito ZEU sem o
( S)  que o ( D) é a terceira declinação da palavra ( Z)


A expressão ( Deus) na verdade deriva de ( Zeus) que por sua vez era um deus da mitologia grego
Sendo assim é um título pagã, colocado nas escrituras sagradas, pelos tradutores da septuaginta e posteriormente traduzido do grego para o latim pelos padres da igreja católica e para o português


IAUÉ

é o seu nome que significa santo

Na tradução das escrituras a pedido dos judeus, foi retirado o nome do Deus hebreu e colocado em seu lugar o termo senhor.
Mas a vontade do altíssimo nunca foi está;

Trocaram o nome do altíssimo ( YHWH) pelo termo senhor

( Jeremias 23;27) “ os quais cuidam fazer com que o meu povo se esqueça do meu nome pelos seus sonhos que cada um conta ao seu próximo, assim como seus pais se esqueceram do meu nome por causa de Baal”

Em Hebraico Senhor significa Baal


De tanto falarem senhor o nome original dele foi esquecido pois Baal em português é senhor
Baal era o deus dos cananeus

Mas isto era bíblico deveria se cumprir e é por isso que veio o seu filho

( João 17) “ manifestei o teu nome aos homens que do mundo me deste
( Colossenses 1;26) “ o mistério que esteve oculto desde todos os séculos, e em todas as gerações e agora foi manifestado aos seus santos

 O povo hebreu escreve através de símbolos e a sua escrita é da direita para esquerda, diferente da nossa que é da esquerda para direita

Os símbolos do nome de Deus é este  HET  WAV HET YOD = YOD HET WAV RET
Os carater é utilizado mundialmente no alfabeto

YOD representa o Y

 HET representa o H

 WAV representa  W
 
 HET   representa  H

Que forma assim um  tetragrama com as letras YHWH que os Hebreus tem como pronuncia o nome ( YAUÊ )

O seu nome significa santo = separado consagrado
“ ( Ezequiel  39;7) “ e farei conhecido o meu santo nome no meio do meu povo de Israel e nunca mais deixarei profanar o meu santo nome; e as nações saberão que Eu  SOU  YHWH,  o santo em Israel
Profanar significa violar a santidade
O significado de YHWY ( IAUÊ) = Eu sou o que sou, mas ninguém vai ficar chamando ele de Eu sou o que sou,  pois isto não é o seu nome e sim o seu significado

Ex; Daniel significa Deus é meu juiz, mas ninguém vai ficar chamado Deus é meu juiz e sim Daniel
Pois Deus é meu juiz é o significado do nome Daniel
Da mesma forma você não vai ficar chamando EU SOU O QUE SOU pois isto é o significado do seu nome e não o nome próprio de Deus
Que por sua vez é pronunciado ( YAUÊ )



5 comentários:

Tompson Rogério Vieira disse...

Hoje em dia, ninguém sabe exatamente como o nome de Deus era pronunciado no hebraico antigo. Mas é digno de nota que o nome divino aparece na Bíblia cerca de 7 mil vezes. Jesus divulgou o nome de Deus quando esteve na Terra e instruiu seus discípulos a orar pela santificação desse nome. (Mateus 6:9; João 17:6) Portanto, uma coisa é certa — o uso do nome de Deus é de máxima importância para a fé cristã.

Primeiro, há cerca de dois mil anos surgiu entre os judeus uma superstição de que era errado pronunciar o nome de Deus. Quando um leitor encontrava o nome no texto bíblico, ele o substituía por “Senhor”. Assim, depois de muitos séculos sem se usar o nome de Deus, sua pronúncia foi esquecida.

Segundo, o hebraico antigo era escrito sem vogais, bem parecido a algumas abreviações em português e em outras línguas. Quando o leitor lia o texto, ele supria de memória as vogais que faltavam. Com o tempo, criou-se um sistema para evitar que a pronúncia das palavras em hebraico fosse completamente esquecida. Acrescentaram-se sinais vocálicos a cada palavra que aparecia na Bíblia Hebraica. Mas, no caso do nome divino, colocaram-se sinais vocálicos para lembrar o leitor de pronunciar a palavra substituta, ou seja, “Senhor”, ou então não se colocou nenhum sinal.

Tompson Rogério Vieira disse...

Em resultado disso, o que sobreviveu foram as quatro consoantes chamadas de Tetragrama, que um dicionário define como “as quatro letras hebraicas, em geral transliteradas IHVH ou JHVH, que formam o nome próprio, bíblico, de Deus”. Em português, a forma mais conhecida e amplamente aceita desse nome é “Jeová”.

Alguns eruditos, porém, recomendam o uso da pronúncia “Iavé”. Será que essa forma se aproxima mais da pronúncia original? Ninguém pode ter certeza disso. Na verdade, outros eruditos dão várias razões para não se usar essa pronúncia. É provável que os nomes bíblicos, quando falados em uma língua moderna, não soem nada parecido com a pronúncia do hebraico original, mas poucos dão importância a esse fato. Isso se dá porque esses nomes se tornaram parte de nossa língua e são facilmente reconhecidos. O mesmo acontece com o nome Jeová.

Os cristãos do primeiro século eram chamados de povo para o nome de Deus. Eles divulgavam o nome divino a outros e os incentivavam a invocá-lo. (Atos 2:21; 15:14; Romanos 10:13-15) Sem dúvida, não importa nosso idioma, para Deus é importante que usemos o seu nome, conheçamos o seu significado e vivamos em harmonia com o que ele representa.

Tompson Rogério Vieira disse...

“Jeová” (hebr.: יהוה, YHWH), o nome pessoal de Deus, ocorre pela primeira vez em Gên 2:4. O nome divino é um verbo, é a forma causativa, no imperfeito, do verbo hebraico הוה (ha·wáh, “vir a ser; tornar-se”). Portanto, o nome divino significa “Ele Causa que Venha a Ser”. Isto revela que Jeová é Aquele que, com ação progressiva, faz com que ele venha a ser o Cumpridor de promessas, Aquele que sempre leva seus propósitos à realização. Veja Gên 2:4 n.: “Jeová”; Ap. 3C. Compare isso com Êx 3:14 n.

A maior indignidade que modernos tradutores causam ao Autor divino das Escrituras Sagradas é a eliminação ou o ocultamento deste seu peculiar nome pessoal. Na realidade, seu nome ocorre no texto hebraico 6.828 vezes como יהוה (YHWH ou JHVH [IHVH]), geralmente chamado de Tetragrama (que significa literalmente “de quatro letras”). Por usarmos o nome “Jeová”, apegamo-nos de perto aos textos da língua original e não seguimos a prática de substituir o nome divino, o Tetragrama, por títulos tais como “Senhor”, “o Senhor”, “Adonai” ou “Deus”.

Hoje em dia, à parte de alguns poucos fragmentos da primitiva Septuaginta ou Versão dos Setenta grega, na qual se preserva o nome sagrado em hebraico, somente o texto hebraico reteve este nome de máxima importância na sua forma original de quatro letras, יהוה (YHWH), cuja pronúncia exata não foi preservada. Os textos atualmente em circulação da Septuaginta grega (LXX), da Pesito siríaca (Sy) e da Vulgata latina (Vg) substituem o nome ímpar de Deus pelo mero título de “Senhor”.

Tompson Rogério Vieira disse...

O Códice Leningrado B 19A, do século 11 EC, tem no Tetragrama os sinais vocálicos para rezar Yehwáh, Yehwíh e Yeho·wáh. A edição de Ginsburg do texto massorético tem no nome divino sinais vocálicos para que reze Yeho·wáh. (Gên 3:14 n) Os hebraístas em geral são a favor de “Yahweh” (Iahweh, ou Javé, em Bíblias católicas) como a pronúncia mais provável. Salientam que a forma abreviada do nome é Yah (Jah, na forma latinizada), como no Salmo 89:8 e na expressão Ha·lelu-Yáh (que significa “Louvai a Jah!”). (Sal 104:35; 150:1, 6) Também as formas Yehóh, Yoh, Yah e Yá·hu, encontradas na grafia hebraica dos nomes Jeosafá, Josafá, Sefatias e outros, podem todas ser derivadas de Yahweh. As transliterações gregas feitas pelos primitivos escritores cristãos indicam uma direção algo similar por usar grafias tais como I·a·bé e I·a·ou·é, as quais, conforme pronunciadas em grego, se assemelham a Yahweh (Iahweh). Ainda assim, de modo algum há unanimidade sobre o assunto entre os peritos, sendo alguns a favor de ainda outras pronúncias, tais como “Yahuwa”, “Yahuah” ou “Yehuah”.

Visto que, atualmente, não se pode ter certeza absoluta da pronúncia, parece não haver nenhum motivo para abandonar, em português, a forma bem conhecida, “Jeová”, em favor de outra pronúncia sugerida. Se tal mudança fosse feita, então, a bem da coerência, deviam ser feitas alterações na grafia e na pronúncia de uma infinidade de outros nomes encontrados nas Escrituras: Jeremias seria mudado para Yir·meyáh, Isaías se tornaria Yeshaʽ·yá·hu, e Jesus seria ou Yehoh·shú·aʽ (como no hebraico), ou I·e·soús (como no grego). O objetivo das palavras é transmitir idéias; em português, o nome Jeová identifica o verdadeiro Deus, transmitindo esta idéia mais satisfatoriamente, hoje em dia, do que qualquer dos substitutos sugeridos.

YAHOSHAFAT BEN YAAKOV disse...

R E S U M O Y A H S H O R U L I T A

“De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Ulhym e guarda os seus mandamentos; porque este é o dever de todo homem”.
Koheleth (Eclesiastes 12: 13.)


Por um pouco de tempo falei; por um pouco de tempo me calei. Agora vejo a necessidade de retornar a ativa para esclarecimentos lógicos, porque ainda que eu me cale, a emet (verdade) sempre estará presente na vida dos eleitos.

Em tudo quanto pude observar vi claramente uma batalha, onde a disputa pelo maior saber dentre muitos instrutores da Palavra do Olam (Eterno) havia se travado, me tornando também envolvido pelos fragmentos de sua tosca individualidade carnal. O que me conforta diante desse egocêntrico confronto, é saber que mesmo não tendo visão clara da correta pronúncia do kadosh nome do Olam Kadosh Ulhym de Yahshorul, permaneci na pronúncia do Tetragrama dentro da transliteração hebraico português. ה ו ה י (YHUH).

Só há uma forma pronunciável que diferencia o Olam (Eterno) de Yahshorul de todos os ulim (deuses) estrangeiros: A forma da sua própria existência que se resume na frase: “Eu sou o que sou”. O que ele é? O próprio Mashyach na sua conversa com a mulher samaritana, responde essa interrogativa dizendo: “Ulhym é Ruach”. (D’us é Espírito). Yochanan (João) 4: 24. Esse, dentre outros, é o principal referencial que o põe acima de todos os que são adorados no formato de ouro; prata; pedra; madeira; papel; barro e até mesmo em carne.

Em Tehilim (Salmos) 68: 4 se referindo ao Olam, David diz: “Cantem a Ulhym, cantem louvores a seu nome; exaltem aquele que cavalga sobre as nuvens por seu nome, Yah; e alegrem-se em sua presença”. (Bíblia Judaica Completa). David H. Stern.

Como no hebraico não existe vogal escrita, mas, unicamente o som vocálico, é obvio que David usou a metade do Tetragrama ao dizer: “Seu nome é הי”. (YH). A letra ה (H), nesse nome funciona como acento agudo no som vocálico: Iá. Quem é Yah? Yah é Ruach. Quando juntamos a letra י (Y); o som vocálico (a); e a letra ה (H), essa última se torna equivalente ao som da letra “R”. Assim temos: YAHUAH (IARRUÁ). Ou: (IARRUARR). YAHUAH, pois, é a pronúncia exata do nome do Olam Ulhym de Yahshorul.

No livro de Mikayah (Miquéias) 5: 4, diz que o Mashyach haveria de vir para governar com a majestade do nome do Olam. Esse, por ter vindo em carne para se tornar descendente de David, recebeu no seu nome o kadosh nome do Altíssimo Criador acrescentado com a letra שׁ (shin) = sh, para indicar que só Yah é salvação. Yahshuah. Tirando a letra shin = sh, o Mashyach fica unicamente no mais alto nome: Yahuah. Só o Yahshuah e o nome Yahudah contem corretamente a forma completa do nome do Olam Ulhym de Yahshorul. Os demais estão na forma Yah; Yahu.

e-mail para comunicação: yoshiahugil@hotmail.com

Honra e louvor seja para Yahuah (Yah Espírito).

Atenciosamente,

Yahoshafat Bem Yaakov.