quarta-feira, 1 de junho de 2011

Cada cristão tem um anjo da guarda protetor




Os anjos de Deus só guarda aqueles que observa os seus estatutos e o obedecem ( Eclesiastes 12.13) “ De tudo o que se tem ouvido, o fim é teme a Deus e guarda os seus mandamentos porque este é o dever de todo o homem” ( Apocalipse 22.9) “ é disse-me; olha não faças tal coisa sou conservo teu e de teus irmãos, os profetas e dos que guardam as palavras deste livro. Adora a Deus.” os anjos servem aos que guardam as sagradas escrituras!
Mas agora um ladrão ou um estrupador ou bêbado, eles não tem anjo da guarda, mas sim demônios!
( Apocalipse 1.20) “ O mistério das setes estrelas que viste na minha destra, e dos setes castiçais de ouro. As sete estrelas são os anjos das setes igrejas e os setes castiçais, que viste, são as setes igrejas”
( 2.1) “ Escreve ao anjo da igreja que está Em Éfeso. Isto diz aquele que tem na sua destra as setes estrelas, que anda no meio dos setes castiçais”
Com podemos ver esta expressão anjos, são instrumentos nas mãos de Cristo, seres angelicais literais, que ministram a igreja, controlando seus ministros, e, pelo menos em alguns casos, servindo de mediadores dos dons espirituais. Por extensão dessa idéia, podemos supor que todas as comunidades locais dos crentes contam com seus próprios anjos guardiões ( salmo 34. 7) “ O anjo do senhor acampa-se ao redor dos que o temem e os livra” temer a Deus significa guarda os seus mandamentos !
( 1 coríntios 11.10) “ Portanto deve ter sobre a cabeça sinal de poderio, por causa dos anjos”
Cada servo do senhor dispõe de um anjo que o senhor designou para o guarda( Salmos 91.11) “ Porque aos seus anjos Dara ordem ao teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos”
( Atos 6.15) “ Então todos os que estavam assentados no conselho, fixando os olhos nele, viram o seu rosto, como um rosto de um anjo” fica claro aqui que cada crente tem um anjo ao seu redor que lhe guarda, até a hora de sua morte e o leva para os braços do pai celeste ( atos 7 .59 ). “ e apedrejaram a Estevão, que em invocação dizia: senhor Jesus recebe o meu espírito”
( Atos 5.19) “Mas de noite um anjo abriu as portas da prisão” ( Atos 12.15) “ e disseram: Estas fora de ti. Mas ele afirmava que assim era. E diziam. É o seu anjo.”

Cada País tem um anjo protetor

( Daniel 10.13) “ mas o príncipe do reino da pérsia se pôs de fronte de mim vinte e um dia e eis que , Miguel um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu fiquei ali com os reis da Pérsia”
Assim como em cada país existe, anjos maus com seu principado, também existe príncipes bons como Miguel príncipe de Israel (Daniel 1021) “ Mas eu te declararei o que está escrito na escritura da verdade: e ninguém há que se esforce comigo contra aqueles, ( aqueles são os príncipes do mal) a não ser Miguel, vosso príncipe. Fica claro aqui que Miguel é o príncipe de Israel!
Pode ter um anjo na igreja em que você congrega, mas em hipótese alguma será o príncipe Miguel protetor de Israel!
( Daniel 12.1) “ e naquele tempo se levantará Miguel, o grande príncipe que se levanta pelos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até aquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for escrito no livro.”
( 1 Tessalonicenses 2.18) “ Pelo que bem quisermos uma e outra vez ir ter convosco, pelo menos eu, Paulo, mas satanás no-lo impediu”
Os anjos são ministros de Deus para nos servir e jamais devem receber adoração (1 coríntios 6.3) “ não sabes vós que havemos de julgar os anjos? Quantos mais as coisas pertencentes a está vida?
( Hebreus 1.14) “ não são eles todos espíritos ministradores, enviados para servir a favor dos que hão de herda a salvação?
( Colossenses 2.18.19) “ Ninguém vós domine a seu bel prazer com pretexto de humildade e culto dos anjos., metendo-se em coisas que não viu: estando debalde inchado na sua carnal compreensão”
( Apocalipse 19.10) “e eu lancei-me a seus pés para o adorar; mas ele disse-me: olha não faças tal; sou teu conservo, e de teus irmãos, que tem o testemunho de Jesus: adora a Deus “

O corpo de Cristo

O pão repartido na ceia representa a comunhão que os cristãos possuem com Cristo.
O cálice e o pão foram instituídos em memória de Cristo porém cada cristão é uma memória viva daquilo que Deus realizou. Os cristãos são superiores aos cerimônias instituídos por Cristo, pois Cristo é a cabeça da igreja ( efésios 5.23) “ Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja; sendo ele próprio o salvador do corpo”
Cada cristão constitui o corpo de Cristo ou melhor o corpo de Cristo é constituído de pessoas que professam a Cristo segundo as escrituras , quando Jesus partiu o pão, disse: _tomai, comei, isto é meu corpo que é partido por vós: _ Fazei isto em memória de mim ( 1 Coríntios 11.24) ou seja demonstrou por meio do pão que o seu corpo seria “ partido entre os seus seguidores, assim como cada discípulo estava com um pedaço que fora partido, cada um deles em particular constituiria o corpo de Cristo.
O pão que foi partido por Cristo simbolizava o seu corpo e todos que se alimentavam de Cristo viveria por ele tornando-se seu corpo. ( Gálatas2.20) “ Já estou crucificado com Cristo: e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim, e a vida que agora vivo na carne vivo-a na fé do seu filho de Deus o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim”.
( João 6.57) Assim como o pai que vive, me enviou, e eu vivo pelo pai, assim, quem de mim se alimenta, também viverá por mim”
Assim como cada pedaço do pão, que estava nas mãos dos discípulos fazia parte do mesmo pão, cada um daqueles que criam em Cristo, faz parte do mesmo corpo. Todos os cristãos fazem parte de uma grande família, e portando devemos estar em constante comunhão uns com os outros, independente do nosso nível sócio-econômico, Cultural ou racial. Somos todos irmãos em Cristo Jesus ( Hebreus 2.10,12) “ Porque convinha que aquele, para quem são todas as coisas, e mediante que tudo existe, trazendo muitos filhos a glória, consagrasse pelas aflições o príncipe da salvação deles.
Dizendo:_ anunciarei o teu nome a meus irmãos, cantar-te-ei no meu da congregação”