quinta-feira, 9 de junho de 2011

Porque Ananias e safira foram mortos por Deus

( Atos 5. 1 ao 10) “ um homem chamado Ananias, com safira, sua mulher, também vendeu uma propriedade. Ele reteve parte do dinheiro para si, sabendo disso também sua mulher; e o restante levou e colocou aos pés dos apóstolos. Então perguntou Pedro; “ Ananias, como você permitiu que satanás enchesse o seu coração, ao ponto de você mentir ao espírito santo e guardar para si uma parte do dinheiro que recebeu pela propriedade? Ela não lhe pertencia ? E depois de vendida o dinheiro não estava em seu poder? O que o levou a pensar em fazer tal coisa? Você não mentiu aos homens, mas a Deus” . ouvindo isto, Ananias caiu morto. Cerca de três horas mais tarde, entrou sua mulher, sem saber o que havia acontecido. Pedro lhe perguntou: “ diga-me, foi esse o preço que vocês conseguiram pela propriedade ? Respondeu ela: sim, foi esse mesmo” . Pedro lhe disse: _ porque vocês entraram em acordo para tentar o espírito do senhor? Veja! Estão a porta os pés dos que sepultaram seu marido, e eles a levaram também” naquele mesmo instante, ela caiu morta aos pés dele.”
Muitos pastores, usam este texto, para afirma, que as pessoas, devem dar tudo o que possui para a igreja, e colocam medo nos fieis, alegando que se não venderem as suas propriedades e ofertarem ao senhor, serão punidos inclusive ate mortos. ! Mas isto eles fazem com intuito de colocar medo nas pessoas, para tirar vantagens financeiras dos fieis.
Mas agora vamos analisar os fatos ocorridos neste texto sobre a vida de Ananias e safira. O verdadeiro motivo que ocasionou a morte de Ananias e sua esposa, não foi porque tinham que dar, todo o lucro da venda do terreno, mas porque eles mentiram! Observe o que diz Pedro: “ como você permitiu satanás encher seu coração ao ponto de mentir? “ fica claro aqui o motivo de sua morte, pois Ananias não era obrigado a dar a sua propriedade a igreja, veja o que Pedro disse : ela não te pertencia e mesmo depois de vendida o dinheiro não estava em seu poder? “
Ninguém é obrigado a vender as suas propriedades e dar para a igreja! O que você possui e teu e você pode fazer o que quiser, pois esta em seu poderio, em sua posse. O caso aqui é que Ananias por algum motivo quis aparecer, fazer uma média diante dos apóstolos, ele queria receber honras e esta-tos. Quem sabe Ananias quis imitar a barnabé ( atos 4.36) , para tentar alcançar entre os apóstolos uma posição! Aproveito este meu comentário para dizer que devemos oferecer algo ao senhor não com intuito de ganhar cargos ou dinheiro ou troca de barganha, mas sim em forma de louvor e agradecimento por tudo o que ele tem feito por nos. Foi a mentira de Ananias que o levou a morte e a da sua esposa a qual foi cúmplice desta mentira, e não porque ele tinha que dar tudo, pois se ele vendesse a sua propriedade e desse apenas a metade não teria problema nenhum. Portanto o grande erro foi tentar enganar os apóstolos, quem mente a um homem de Deus mente a Deus! Ninguém é obrigado a dar nada mas se der faça com sinceridade e não por interesses ou necessidade ou por constrangimento. As ofertas alçadas que no original significa queimadas são para Israel, pois eles queimavam as ofertas como sacrifício sobre o altar, e este ritual não é mas para nos, assim como o dizimo. ( Hebreus 7.12 ) “ certo é que quando há mudança de sacerdócio, é necessário que haja mudança da lei”
A lei mosaica não tem mas efeito na era cristã ( Atos 13.39) “ por meio dele todo aquele que crer é justificado de todas as coisas das quais não podiam ser justificados pela lei de Moises”
Os sacrifícios alçados ou queimados não é para o cristianismo, portanto esse negocio de fogueira santa, queimar papel no altar ou sacrifícios de oferta alçada não é para nos hoje mas foi para os israelitas na lei de Moises. Hoje o nosso sacrifício é espiritual( 1 Pedro 2.5) “ vocês também estão sendo utilizados como pedras vivas na edificação de uma casa espiritual para serem sacerdócio santo, oferecemos sacrifícios espirituais aceitável a Deus, por meio de Jesus Cristo”

Nenhum comentário: