quarta-feira, 1 de junho de 2011

O corpo de Cristo

O pão repartido na ceia representa a comunhão que os cristãos possuem com Cristo.
O cálice e o pão foram instituídos em memória de Cristo porém cada cristão é uma memória viva daquilo que Deus realizou. Os cristãos são superiores aos cerimônias instituídos por Cristo, pois Cristo é a cabeça da igreja ( efésios 5.23) “ Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja; sendo ele próprio o salvador do corpo”
Cada cristão constitui o corpo de Cristo ou melhor o corpo de Cristo é constituído de pessoas que professam a Cristo segundo as escrituras , quando Jesus partiu o pão, disse: _tomai, comei, isto é meu corpo que é partido por vós: _ Fazei isto em memória de mim ( 1 Coríntios 11.24) ou seja demonstrou por meio do pão que o seu corpo seria “ partido entre os seus seguidores, assim como cada discípulo estava com um pedaço que fora partido, cada um deles em particular constituiria o corpo de Cristo.
O pão que foi partido por Cristo simbolizava o seu corpo e todos que se alimentavam de Cristo viveria por ele tornando-se seu corpo. ( Gálatas2.20) “ Já estou crucificado com Cristo: e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim, e a vida que agora vivo na carne vivo-a na fé do seu filho de Deus o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim”.
( João 6.57) Assim como o pai que vive, me enviou, e eu vivo pelo pai, assim, quem de mim se alimenta, também viverá por mim”
Assim como cada pedaço do pão, que estava nas mãos dos discípulos fazia parte do mesmo pão, cada um daqueles que criam em Cristo, faz parte do mesmo corpo. Todos os cristãos fazem parte de uma grande família, e portando devemos estar em constante comunhão uns com os outros, independente do nosso nível sócio-econômico, Cultural ou racial. Somos todos irmãos em Cristo Jesus ( Hebreus 2.10,12) “ Porque convinha que aquele, para quem são todas as coisas, e mediante que tudo existe, trazendo muitos filhos a glória, consagrasse pelas aflições o príncipe da salvação deles.
Dizendo:_ anunciarei o teu nome a meus irmãos, cantar-te-ei no meu da congregação”

Nenhum comentário: